O cuidado de feridas nas melhores mãos
Cortes e escoriações: os ferimentos mais comuns


Um pequeno corte pode ser mais profundo do que uma escoriação, mas normalmente demora menos tempo a cicatrizar. A hemorragia inicial irá eliminar quaisquer impurezas e, em seguida, pára por si própria. Protegidas com um penso, as extremidades da ferida irão, normalmente, ficar perfeitamente unidas (cicatrização primária das feridas). Uma escoriação, por outro lado, poderá afetar apenas a camada mais superficial da pele (a epiderme), mas o seu tratamento é, muitas vezes, dificultado pela presença de objetos estranhos e sujidade, assim como pela abundância de exsudado.

Limpe cuidadosamente a ferida

Lave cuidadosamente a ferida com água fria, mas não a esfregue. Pode remover cuidadosamente fragmentos e pequenos resíduos da superfície utilizando uma pinça esterilizada. É aconselhável que os objetos de maior dimensão e de difícil remoção sejam observados por um médico para não provocar mais danos nos tecidos. Desinfete a área à volta da ferida para evitar infeções. As escoriações podem apresentar exsudado excessivo; para impedir a formação de edemas e danos na pele saudável à volta das extremidades da ferida, recomendamos a utilização de um penso absorvente, que deve ser mudado com frequência.

Procure assistência médica

Um caso para contactar o médico: feridas por perfuração, principalmente devido a objetos estranhos, mordeduras e escoriações, provocadas por animais, queimaduras de grande dimensão e feridas com hemorragia abundante devem ser tratadas por um médico.